BOA NOVA: Absolvido pela Justiça comum Padre Fábio Bastos Pereira aguarda reabilitação sacerdotal

Após ter sido julgado e absolvido em 1ª e 2ª instâncias pelo Tribunal de Justiça da Bahia-TJ-BA, em Ação Penal em que foi oferecida denúncia pela prática de pedofilia, pelo Ministério Público Estadual-MPE, o padre Fábio Bastos Pereira, da Diocese de Jequié, que permanece afastado de suas funções sacerdotais, aguarda a partir de agora, decisão do Vaticano para que possa retornar às suas atividades religiosas.
A informação foi prestado ao blog Jequié repórter pelo advogado Raimundo Ribeiro Batista, responsável pela defesa do religioso. O Padre Fábio Pereira, em 2014, época em que era vigário na Paróquia de Nossa Senhora Aparecida, bairro Cidade Nova, em Jequié, foi acusado pela família de uma adolescente de 13 anos, de ter abusado sexualmente da menor. As partes envolvidas foram ouvidas em inquérito instaurado e investigado pela Delegacia Especial de Atenção à Mulher-DEAM.

“Na justiça comum não pesa mais nenhuma acusação contra o Padre Fábio Pereira”, diz o advogado Raimundo Batista

Após a denúncia ter sido oficialmente formalizada na Diocese, o Bispo Diocesano, Dom José Ruy Gonçalves Lopes, abriu o processo canônico (no qual são seguidas as leis da Igreja Católica), destinado a apuração dos fatos, sendo o padre afastado de imediato de suas funções sacerdotais, enquanto o processo concluído na Diocese de Jequié, foi encaminhado ao Vaticano, a quem cabe a decisão final sobre a absolvição ou condenação do religioso católico. O advogado Raimundo Batista, que fez a sustentação oral da defesa do Padre Fábio Pereira, em sessões do Tribunal de Justiça da Bahia, onde a apelação foi mantida em segredo de Justiça, afirma que o julgamento civil da ação está extinta desde o dia 31 de janeiro deste ano, quando foi publicada a Certidão de Trânsito em Julgado com Baixa e Remessa, o que representa o arquivamento do processo, que foi julgado no dia 24 de janeiro de 2016, pela Primeira Câmara Criminal – Segunda Turma do TJ-BA. “Com os autos transitados em julgado, com despacho da presidente da Primeira Câmara Criminal Dra. Wilca Ribeiro, o processo, sem interposição de recurso recebeu baixa definitiva”, explicou o advogado.

Em conversa com a reportagem, nesta quinta-feira (1º), o Padre Fábio Bastos Pereira, disse manter-se confiante na decisão da Santa Sé pela reabilitação de seus direitos sacerdotais. Sem tecer maiores comentários sobre o processo em que foi acusado, o Padre Fábio Pereira, comentou decisão da Santa Sé, em dezembro do ano passado, que pediu a reabilitação do ministério sacerdotal de quatro padres espanhóis, após a justiça espanhola ter informado no mês de abril, que não havia nenhum indício de que os religiosos tivessem cometido os delitos de abuso sexual que foram acusados. “Espero em Deus que esse meu caso tenha o mesmo desfecho e que em breve eu possa retornar para exercer novas missões pastorais”, concluiu o padre Fábio.//Jequié Repórter
Share this post :

Postar um comentário

 
Support : Penachinho News | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2011. Penachinho News - All Rights Reserved
Template Created by Penachinho News Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger